BRUNO FRATUS RETORNA DE LESÃO, VENCE E ASSUME LIDERANÇA DO RANKING MUNDIAL

 In Notícias

Sete meses depois de cirurgia no ombro esquerdo, Bruno Fratus mergulhou para a final dos 50 metros livre do Troféu Brasil; venceu a prova, estabeleceu a melhor marca do ano, assumiu a liderança do ranking mundial e garantiu vaga no Pan e no Mundial deste ano.

No dia 21 de setembro de 2018, o atleta olímpico da natação brasileira, Bruno Fratus, saía da sala de cirurgia, depois de passar por procedimento de reparo de lesões nos tendões subescapular e do bíceps, realizado pelo médico do Vita, Dr. Breno Schor. Dois dias depois, Fratus estava fazendo a reabilitação com o fisioterapeuta do Vita, Claudio Cazarini, em São Paulo.

No dia 21 deste mês, sete meses depois da cirurgia, quatro depois da fisioterapia e com pouco mais de três meses de preparação para retornar às competições, Fratus mergulhou para a final dos 50 metros livre do Troféu Brasil, liderou a prova de ponta a ponta, estabeleceu a melhor marca do ano, assumiu a liderança do ranking mundial e garantiu vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, e para o Mundial de Esportes de Aquáticos em Kwangju, Coreia do Sul, ambos a serem disputados em julho deste ano.

No dia 21 de setembro de 2018, o atleta olímpico da natação brasileira, Bruno Fratus, saía da sala de cirurgia, depois de passar por procedimento de reparo de lesões nos tendões subescapular e do bíceps, realizado pelo médico do Vita, Dr. Breno Schor
No dia 21 de setembro de 2018, o atleta olímpico da natação brasileira, Bruno Fratus, saía da sala de cirurgia, depois de passar por procedimento de reparo de lesões nos tendões subescapular e do bíceps, realizado pelo médico do Vita, Dr. Breno Schor

A SUPERAÇÃO DE BRUNO FRATUS

“A preparação não foi fácil, treinar e competir em alto rendimento, poucos meses após a cirurgia, obriga-nos a lidar e suportar a dor diariamente, além da necessidade de ser sempre cauteloso, para não haver recaídas. Por isso, o acompanhamento de profissionais experientes e de tão alto nível se faz indispensável”, explica Fratus.

Claudio Cazarini afirma que a disciplina de Fratus e a dedicação para se reabilitar se provou 48 horas depois da cirurgia, quando o atleta já estava fazendo a fisioterapia. “Ele voltou a competir há aproximadamente um mês nos EUA e, no dia 21 de abril, no Rio, mostrou que está recuperado”, completou Dr. Breno Schor.

Claudio Cazarini, fisioterapeuta do Vita, afirma que a disciplina de Fratus e a dedicação para se reabilitar se provou 42 horas depois da cirurgia, quando o atleta já estava fazendo a fisioterapia.
Claudio Cazarini, fisioterapeuta do Vita, afirma que a disciplina de Fratus e a dedicação para se reabilitar se provou 48 horas depois da cirurgia, quando o atleta já estava fazendo a fisioterapia.

“Ainda temos muito a melhorar. Faltam alguns passos para que o corpo esteja 100%, mas fiquei muito feliz por o trabalho realizado até agora ter me levado a mais um Pan[-Americano] e mais um Mundial, que são, sem dúvida, as competições mais importantes para mim neste ano”, diz Fratus.

O atleta conta, ainda, que optou por fazer o tratamento de sua lesão no Vita “pela experiência do Instituto com atletas olímpicos. Já havíamos obtido sucesso em uma cirurgia cinco anos antes e eu tinha confiança de que o resultado seria o mesmo também dessa vez”.

A foto de abertura desta publicação foi feita por Satiro Sodré /SS Press. A imagem registra o momento em que Fratus comemora a conquista do Troféu Brasil.

Recommended Posts

Leave a Comment