MÉDICO DO VITA ATESTA EFICIÊNCIA DE CIRURGIA DE COLUNA MENOS INVASIVA EM MESTRADO

 In Notícias

Estudo do médico do Vita, Thiago Coutinho, mostrou que a artrodese lombar por via lateral, técnica de cirurgia de coluna menos invasiva, proporciona uma melhora clínica e radiológica a pacientes com estenose (estreitamento das vértebras) do canal lombar. Essa condição foi verificada através de acompanhamento dos pacientes ao longo de um ano após a cirurgia.

“Avaliação clínica e radiográfica de pacientes com estenose do canal lombar submetidos a artrodese lateral minimamente invasiva” foi o título que deu à sua dissertação, que buscou mostrar os resultados clínicos e radiológicos alcançados em pacientes submetidos a essa técnica cirúrgica minimamente invasiva, conhecida também como artrodese lombar por via extremo lateral, para tratamento de estenose do canal lombar.

Médico do Vita, Thiago Coutinho teve sua dissertação de mestrado aprovada na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) no dia 30 de julho

“O estudo realmente mostrou que o tratamento, além de minimamente invasivo, o que resulta em um procedimento com menos riscos cirúrgicos e um pós-operatório mais rápido e menos dolorido, proporciona uma melhora clínica e radiológica aos pacientes. Essa condição foi verificada por meio do acompanhamento dos pacientes ao longo de um ano depois da realização do procedimento”, explica Coutinho.

INSTRUTOR INTERNACIONAL DA TÉCNICA

Vale explicar que estenose consiste no estreitamento do canal da vértebra com consequente compressão de nervos, gerando, assim, dores e grandes incômodos. Muitas vezes, além das dores, a estenose resulta também em instabilidade da coluna, sendo necessária a realização de uma artrodese: fusão óssea; no caso, das vértebras onde o problema acontece.

“Já aplico, há algum tempo, em minha prática privada, a técnica, menos invasiva, de artrodese lombar por via lateral e, por essa experiência, antes mesmo da dissertação, já conseguia perceber o quão eficiente é”, diz Thiago Coutinho.

“Já aplico, há algum tempo, em minha prática privada, a técnica, menos invasiva, de artrodese lombar por via lateral e, por essa experiência, antes mesmo da dissertação, já conseguia perceber o quão eficiente é”, informa o médico do Vita, que teve como orientador, no mestrado, o Dr. Alexandre Fogaça Cristante.

Coutinho é instrutor em cursos internacionais dessa que é uma técnica relativamente nova não apenas nacional, mas também internacionalmente. “Como disse, venho a utilizando há algum tempo e com bastante sucesso. Por acreditar nela e testá-la na prática, fica mais fácil ensiná-la.”

Recommended Posts

Leave a Comment