DOGUETE, SEU SONHO OLÍMPICO, DOS X-GAMES E O VITA COMO ALIADO

 In Notícias

O BMX rider brasileiro, Douglas Leite de Oliveira, o Doguete, chegou ao Vita Care em novembro para tratar uma lesão no ombro e descobriu, nos profissionais do Instituto Vita, aliados essenciais para as suas aspirações profissionais.

“Eu não sabia da existência do Vita Care, até que um grande amigo do BMX Race, o campeão Renato Rezende [atleta com participação em duas Olimpíadas], comentou sobre o Vita Care [OSCIP do Instituto Vita, que presta apoio médico a atletas] e me indicou. Meu perfil foi analisado e eu passei a ter direito ao suporte do Vita Care. Foi um divisor de águas para mim”, diz Douglas Leite de Oliveira, conhecido como Doguete, uma das maiores estrelas do BMX nacional.

“Quando um atleta de alto rendimento sabe que tem grandes profissionais médicos, os melhores do País, à disposição, ele sente muito mais confiança para ir ao limite em busca de resultados, porque entende que, se algo acontecer, terá o suporte necessário para se recuperar”, completa.

COLECIONADOR DE TÍTULOS EM BUSCA DE MAIS CONQUISTAS

Doguete faz a reabilitação no Vita, sob os cuidados da fisioterapeuta do Vita Luana Satriano.
Doguete faz a reabilitação no Vita, sob os cuidados da fisioterapeuta Luana Satriano, ao fundo, fazendo o registro fotográfico.

“Estamos, agora, com a equipe médica do Vita, estudando qual será o melhor momento para realizar a cirurgia sem prejudicar meu calendário. Quero conquistar algo grande nos X-Games deste ano”, diz Doguete.

Doguete, que coleciona títulos brasileiros, sul-americanos, um bronze em mundial e participações importantes no X-Games (o único brasileiro do BMX a representar o Brasil nos jogos), compete nas modalidades “megarampa” e vertical. Em razão de o BMX ter se tornado um esporte olímpico na modalidade park, está treinando forte para conseguir uma vaga na seleção brasileira e representar o País em Tóquio 2020 nesta categoria.

“Cheguei ao Vita em novembro, por causa de uma lesão no ombro. Em uma semana, já havia diagnóstico preciso e estava em processo de reabilitação. Não fiquei fora de combate em momento nenhum. Além disso, descobri uma lesão mais séria na mão. Estamos, agora, com a equipe médica do Vita, estudando qual será o melhor momento para realizar a cirurgia sem prejudicar meu calendário. Quero conquistar algo grande nos X-Games deste ano.”

Doguete tem estado aos cuidados dos médicos Guilherme Garofo, Rodolpho Hakime Scalize, André Marques Corrêa e Ricardo Escudeiro, além da fisioterapeuta Luana Satriano.

Recommended Posts

Leave a Comment