MÉDICO DO VITA ENSINA TÉCNICA NOVA DE ARTRODESE LOMBAR EM TREINAMENTO NOS EUA

 In Notícias, Sem categoria

O ortopedista especializado em coluna, Thiago Coutinho, foi um dos professores do treinamento de artrodese lombar por via extremo lateral, técnica nova e menos invasiva, que visa resolver problemas de instabilidade na coluna vertebral.

Durante os dias 5 e 6 de fevereiro, o ortopedista do Vita, especializado em coluna, Dr. Thiago Coutinho, foi um dos professores do curso “Treatment of Degenerative Lumbar Disease Using The Extreme Aproach”. Trata-se de treinamento para a aplicação de técnica cirúrgica, relativamente nova, denominada artrodese lombar por via extremo lateral, que visa resolver problemas de instabilidade na coluna vertebral por meio de fusão de segmentos ósseos.

“Ortopedistas e neurocirurgiões de diversas regiões do Brasil tiveram a oportunidade de aperfeiçoar a artrodese lombar por via extremo lateral; uma técnica cirúrgica menos invasiva, sem agressão às estruturas neurológicas envolvidas, além de uma maior taxa de fusão quando comparada à técnica tradicional”, explica Dr. Coutinho.

Alunos e professores do curso de artrodese lombar por via extremo lateral na entrada do centro de pesquisa e laboratório norte-americano (Miami), MARC Institute.
Alunos e professores do curso de artrodese lombar por via extremo lateral no centro de pesquisa e laboratório de anotomia MARC Institute, em Miami (EUA).

O curso foi realizado em Miami (EUA), na sede do MARC Institute. “É um centro de estudos e laboratório de anatomia, que cede o espaço para a realização de diversos cursos.” Coutinho também explica que a artrodese lombar por via extremo lateral — técnica recente, desenvolvida há aproximadamente 15 anos — não é feita pelas costas, como a cirurgia tradicional, e, sim, pela lateral do abdómen.

REFERÊNCIA NACIONAL NO USO DA TÉCNICA

O médico do Vita é um dos principais conhecedores da técnica no País. “Venho a utilizando há algum tempo e com bastante sucesso. Por acreditar nela e testá-la na prática, fica mais fácil ensiná-la.”

É sobre a artrodese lombar por via extremo lateral que Dr. Coutinho está desenvolvendo seu mestrado, que defenderá no mês de março, na Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo). O médico do Vita é um dos principais conhecedores da técnica no País. “Venho a utilizando há algum tempo e com bastante sucesso. Por acreditar nela e testá-la na prática, fica mais fácil ensiná-la.”

Dr. Coutinho, do Vita, ao centro e mais ao fundo na imagem, orienta os alunos do curso, neurocirurgiões e ortopedistas de diversas regiões do Brasil.
Dr. Coutinho, ao centro e mais ao fundo na imagem, orienta os alunos do curso, neurocirurgiões e ortopedistas de diversas regiões do Brasil.

Coutinho também dá consultoria, sobre a técnica, a cirurgiões. “Auxiliamos o cirurgião que pede essa licença técnica da primeira à terceira intervenção.” Nesse sentido, os cursos de aperfeiçoamento, como o ministrado no início deste mês, servem de complemento. Além de Miami, San Diego, também nos EUA, costuma sediar esses encontros.

“O treinamento é organizado por uma empresa que deteve, inicialmente, os direitos dessa técnica e que, agora, procura difundi-la. A teoria e a prática, realizada em cadáveres, combinam-se no curso, que visa dar o máximo de dicas e orientações para que o procedimento seja bem absorvido e realizado. Para nós, que ensinamos, esse modelo de curso é ótimo também. Aprendemos muito.”

Recommended Posts

Leave a Comment