Home > Especialidades > Ortopedia > Cotovelo

Cotovelo

O cotovelo é a articulação que liga o braço ao antebraço. Ele é composto por três ossos que articulam-se entre si. Na porção póstero medial do cotovelo (face interna) o úmero está ligado à ulna e permite que o cotovelo funcione como uma dobradiça (que leva ao movimento flexão e extensão). Já a ligação da ulna ao radio (articulação radio ulnar proximal) permite a rotação do antebraço(movimento de pronossupinação.

Doenças do Cotovelo

1) Epicondilite lateral (Cotovelo do Tenista)

O que é

Quando tendões do cotovelo ficam sobrecarregados devido ao excesso de esforço aparece o Cotovelo de Tenista. Uma dor bastante incômoda, causada em geral por movimentos repetitivos do punho e do antebraço. O nome Cotovelo de Tenista vem da alta incidência dessa doença no tenista, principalmente, por uma  técnica ruim na execução  do “backhand”. Diversas outras ocupações que reestimulam o movimento repetitivo do punho e do antebraço também podem causá-lo.

Sintomas

A dor do Cotovelo de Tenista pode se estender na porção lateral (face externa) do cotovelo até o antebraço e o punho. A dor e a fraqueza advindas dela geram dificuldades em atitudes corriqueiras do dia a dia como girar a maçaneta da porta, segurar uma xícara de café ou cumprimentar pessoas.

Causas

O Cotovelo de Tenista é causada pelo uso excessivo do músculo. Ela é fruto da contração repetida dos músculos do antebraço usados para levantar e esticar a mão e o punho, levando à inflamação da origem dos tendões extensores do punho. Como o nome já diz, pode ser causado ao jogar tênis, em, especial, pelo movimento de backhand. Outros movimentos do antebraço também geram o Cotovelo de Tenista, como uso excessivo de mouse do computador.

Fatores de Risco

Há diversos fatores aumentam a probabilidade da Epicondilite lateral. Entre eles ter entre 30 e 50 anos, trabalhar em profissões que exigem movimentos repetitivos do punho e antebraço e certos esportes (tênis, por exemplo).

Complicações

A dor do Cotovelo de Tenista pode tornar-se crônica se não for tratada, em especial, nos movimentos de pegar e levantar objetos.

O que esperar da consulta

Durante a consulta o médico pode pressionar  seu cotovelo ou pedir que você  faça diversos movimentos com ele, com seu punho e dedos.

Preparando-se para a consulta

Para auxiliar seu médico no diagnóstico você já pode trazer as respostas para as seguintes perguntas:

Quando os sintomas começaram?

Quais movimentos ou atividades melhoram ou pioram?

Você machucou recentemente o cotovelo?

Você tem artrite reumatóide?

O seu trabalho envolve movimentos repetitivos do punho ou antebraço?

Você pratica esportes? Quais?

Você toma remédios? Quais?

Exames

Muitas vezes a conversa com o médico e o exame físico feito por ele já permitem que seja feito o diagnóstico de Cotovelo de Tenista. Caso seu médico julgar necessário, ele pode pedir:

1-) Raio-X (para avaliar a parte óssea) :elimina a possibilidade da dor ser fruto de outras causas como uma fratura, artrose ou lesões antigas.

2-) Ressonância Magnética: produz imagens detalhadas dos ossos, tecidos como tendões e  músculos e atividades inflamatórias com o intuito também, de eliminar a possibilidade da dor ter outra causa.

Tratamentos (texto e imagem e vídeo)

O médico pode sugerir que você dê um repouso ao cotovelo, embora não seja necessário cessar todas as atividades; use uma cotoveleira para comprimir o local e utilize analgésicos para aliviar a dor.

Em geral essas medidas são suficientes para melhorar o Cotovelo de Tenista.

Caso isso não não ocorra, o médico pode indicar fisioterapia para fortalecer a musculatura do antebraço. Se, após o período de ao menos um ano, o cotovelo de tenista não melhorar você será um possível candidato à uma cirurgia para retirar o tecido danificado do cotovelo.

Referências

Projeto Diretrizes – Associação Medica Brasileira e Conselho Federal de Medicina – Epicondilite Lateral do Cotovelo – Autoria: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - (http://www.projetodiretrizes.org.br/7_volume/04-Epicondilite_Lateral.pdf )

Mayo Clinic (www.mayoclinic.org)

MDConsult (www.mdconsult.com)

Unidades que atendem essa especialidade